17 de mar de 2013

Crônica dum viajante (26 de dezembro)



Grita o cobrador: “Pimentas. Leblon. Adriano Marrey.” Entram. Sacolas presas às mãos. Velhas. Sofridas. Negras. Brilham. Idosos olhos. Sol quente. Manhã.  Domingo. 26 de dezembro. Dia de visita.  Penitenciária. Existe missa? Não! A nudez será vista. “Filho. Lhe trouxe doce”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário